Horário de apoio a cliente

2ª a 6ª feira das 10h00 às 20h00

sábado das 11h00 às 19h00

Aceitamos

Show More

A ligação com o mar começa por ser um factor geográfico comum a todos os países de língua portuguesa, mas, como acontece com alguns "factores geográficos", está muito para além disso. Com efeito, a forma como estamos no mundo, a forma como somos, sentimos e pensamos, não é apenas afectada pelo factor tempo - apesar deste ser o mais óbvio -, mas, igualmente, pelo factor espaço. Já foi muitas vezes referida, por exemplo, a influência da experiência espacial do deserto no pensamento árabe, em particular no que este tem de mais espiritual. Partindo desse factor geográfico - de a ligação ao mar ser comum a todos os países de língua portuguesa -, procurámos, pois, neste número da Nova Águia, pensar a ligação entre o mar e a Lusofonia, sugestivamente já referida por Vergílio Ferreira, quando escreveu: "Da minha língua vê-se o mar." Em que medida o mar emerge na nossa língua, na forma como estamos no mundo, na forma como somos, sentimos e pensamos, eis, pois, em suma, o repto que lançámos aos nossos colaboradores, também eles unidos pelo mar por esse mundo fora. O nosso pensamento parece-nos ter, com efeito, essa marca "marítima", em contraponto com os pensamentos mais "continentais", mais ligados à terra, ou seja, à fixidez e às fronteiras - e, por isso, menos propensos à mistura e à mestiçagem, marca maior da Lusofonia.

Nova Águia Nº 11 O Mar e a Lusofonia

14,00 €Preço
  • ISBN: 9789896771027

    Edição ou reimpressão: 01-2013

    Editor: Zéfiro

    Idioma: Português

    Dimensões: 169 x 241 x 13 mm

    Encadernação: Capa mole

    Páginas: 264

    Tipo de Produto: Livro

  • Instagram Espiral
  • YouTube espiral canal
  • Espiral Twitter
  • Espiral Facebook
  • Site espiral.pt